segunda-feira, setembro 25, 2006

Duas bocas, estão loucas, e tremem.


Foto de Miguel Moniz

Duas bocas, estão loucas, e tremem,
As doces línguas, são moucas e gemem,
Não fogem, mas invadem, como selvagens,
Outras bocas e línguas, outras margens.

Tocam, estão nuas, sempre nuas, as duas,
Estão vivas, são dunas, são meias luas,
Independentes, impacientes, são carentes,
Protestam, atacam, mordem os presentes.

E dançam e nadam e suam, insatisfeitas,
Navegam corpos nos rios por si feitas,
Ateiam fogos, em corpos já ensopados,
E seus beijos são poemas declamados.

Poemas em versos de rosas perfumados,
Rimando nas línguas, de dois achados.

16 comentários:

(L)oca disse...

lindo...bocas que se desejam

Paula Raposo disse...

Super sensual!! Bocas e beijos...

Louco de Lisboa disse...

Excelente jogo de palavras, a imagem magnifica.

Abraço, até outro instante

(Fui espreitar os outros blogs em que tens fotos de grande beleza, quem sabe não te surripe umas de vez em quando...)

Cris disse...

Grande foto, belas palavras, como sempre.
Um beijo

Sensualidade disse...

Olá Marco
já não te visitava há muito,mas sempre que aqui venho nunca fico desiludida,com os teus lindos postes.
deixo te o meu
:)))))))))
beijoooooooooo

Jofre Alves disse...

Passei para apreciar esta página agradável, que me atrai pela sua qualidade e desejar bom fim-de-semana. Até breve.

Ananda disse...

Adorei o poema e a foto é excelente. Já a tinha tentado copiar para o meu blog... ;)
Beijinhos!

zezinhomota disse...

Marco Magalhães; meu amigo venho ler a sua poesia com muito agrado e beber da sua experiência de poeta.
Seja feliz ao lado da sua familia e amigos.
Tenha uma boa semana.

Um abraço

ZezinhoMota

Louco de Lisboa disse...

Marco... essas bocas não desgrudam ;)

Tenho vindo espreitar e elas sempre proximas!

Até outro instante!

Joaquim Amândio Santos disse...

Ritmado e equilibrado numa rima de gosto acentuado.

Morgaine disse...

Marco olá :) Bonito como sempre, e escrito com o teu estilo, tão tipicamente teu! Tenho andado desaparecida pois é, mas não esqueci o teu canto. Até! bjs

Beta disse...

Saboroso poema!

Ora Anjo...Ora Lilith disse...

línguas...aveludadas em tom carmim...pedaço de pecado,fruto,parte de mim.

Divino!!!!!!!

elkinha disse...

perfeito!

Cris disse...

Gostei do equilíbrio imagem-texto, muito bonito :)
Um beijo

Sonho, Delirio & Fantasia disse...

K delicia, imagem e texto
Beijos