quarta-feira, julho 12, 2006

O nosso amor.

Reflectindo na pele, teu rio sua,
Teus olhos gritam, boca crua,
Teu corpo em pedaços, toda nua,
Fragrâncias de luz fogem da lua.

De luz adornando tua silhueta,
Líquida história te desenha,
Louca te percorre como uma seta,
Cobrindo-te de forma estranha.

Luz traquina de espelho partido,
Nas águas reflectem esse teu rio,
Meu corpo vibrante, enlouquecido,
Salta sobre o teu escorregadio.

E por um momento o mundo pára.

A lua cega pelo brilho solar,
Nem os passarinhos a chilrar,
Nem o vento feroz a assobiar,
Apenas tu sobre meu abraçar.

A Lua testemunha cega no alvor,
Ouve a exuberância da existência,
De dois corpos dançando no calor,
Da mais bela tórrida noite d'amor.



Foto de:
Ralph Man

9 comentários:

Cris disse...

Parece que a lua nos tem influenciado a todos...
Delicioso o teu post.
Um beijo

Sophie disse...

Mas que "amar" mais caliente e cativante...apetece amar a toda a hora...realmente a lua é um mito do amor...

beijos e boa semana

ÍntimoSedutor disse...

Caro Amigo Poeta,
Agradeço tua visita e
lisongeado por tuas palavras,
já noto que as tuas também
clamam pelo doce amor da mulher,
somos o mesmo meio, trilhamos a mesma esquina, e nos encontramos no pensamento....
Esse que nos faz Poetas, seja da Lua, do Sol, da Terra, ou de esferas além de nossa compreensão humana.
Falamos delas, amamos elas, e não vivemos em nenhum momento sem elas....
Tuas palavras são intensas.
Gostei de estar aki.
Abraço de um poeta.

Luar disse...

Hum...então afinal temos poeta.
Bom gosto.

Abraço

Joaquim Amândio Santos disse...

em prol da dança dos sentimentos, o reino da rima traça o ritmo que comandará o ritual da sedução.

Ana disse...

Vim agradecer a visita e deparo-me com um excelente blog. Parabéns :)

Cris disse...

Deixo-te um beijo.

o alquimista disse...

...E eu, tive um enorme prazer em ter-te no meu espaço, meu amigo, aqui voltarei, pois o teu epaço é fascinante.

Um abraço

Anónimo disse...

Obrigado por Blog intiresny